O encontro está marcado. Qual é o ideal que nos faz viver?

Estes últimos dias marcaram um momento sombrio na mídia de nosso país. Isto por causa da morte de algumas pessoas conhecidas e que num curto espaço de tempo, cerca de um mês e meio aproximadamente, morreram, seguindo assim o caminho de todos os mortais. Refiro-me ao Ex-Prefeito de São Paulo Celso Pitta, morto acometido de um câncer no intestino, na seqüência, uma das vozes mais conhecidas e marcantes da televisão brasileira Lombardi, locutor famoso e bem discreto do apresentador Silvio Santos morto aos 69 anos, enquanto dormia, causada por um infarto agudo do coração e também a ex-atriz global e atual atriz pornográfica, Leila Lopes de 50 anos.

Esta última as causas ainda sendo investigadas, apontam para a possibilidade de suicídio por envenenamento. Enfim, pessoas conhecidas também morrem, pessoas conhecidas e famosas, também tem seu encontro marcado com o Criador do Universo, ainda que alguns, pensem que são auto-dependentes e não precisam de ninguém e nem de nada, exceto de si mesmos para continuarem sua existência.

Este engano é tão terrível que, por vezes sem conta, pessoas crêem que jamais serão punidas por seus atos, pois se eu dependo de mim mesmo e de meus esforços, ainda que exista um Deus, Ele não faz muito caso do que acontece em minha vida. O conceito sobre a existência, justiça e santidade de Deus, é por demais negligenciada desde os tempos da queda. No momento em que o pecado entrou no mundo, tanto a ética como a maneira de às pessoas pensarem, ainda que acreditassem que Deus existia e estava por perto foram absolutamente afetados. O episódio do assassinato de Abel é um retrato disso Gn4, Deus advertiu Caim sobre o que lhe aconteceria, porém, enganado por seu sentimento de independência do Senhor, acabou mantendo sua rebeldia. Vimos algo bem recente que contrapõe a idéia do ideal cristão exigido por Deus na história dos irmãos que citei, acontecer com o caso que envolveu o Deputado Rubens César que puxou uma oração com o presidente da Câmara Legislativa Leonardo Prudente, que do nome não tem nada, junto com o mensaleiro Durval Barbosa, que como se fosse o banco central, distribuía dinheiro para todo mundo, sendo que o Deputado Rubens, como se estivesse num círculo de oração, numa igreja qualquer, abraça-se aos comparsas, para agradecer a Deus, o dinheiro de corrupção recebido.

Seja no mundo da política, no do entretenimento, na ortodoxia e na pornografia, todos temos um encontro marcado, o que consola o coração dos crentes, verdadeiramente crentes, é saber que o Senhor vê e acompanha cada passo que o mundo dá Gn16.13. Em Hb4.13, a bíblia nos diz que: “ todas as coisas estão patentes e descobertas aos olhos de Deus”. Dele nem mesmo um grão de areia está escondido. O ideal que nos faz viver, não deve ser o da prosperidade nesta vida, não é este o exemplo que temos do Senhor Jesus e nem de seus discípulos que viveram com simplicidade e desprendimento Hb11. Ali, Hb11, temos um relato de homens que sofreram, enquanto hoje o ideal cristão (para alguns falsos profetas que se intitulam dos mais amalucados títulos) é que crentes não passam por necessidades, nem enfrentam lutas, não enfrentam depressão e nem mesmo devem ficar doentes. Os templos evangélicos, ou melhor, alguns deles são mais parecidos com um pronto atendimento, em que os doentes esperam ser tocados para voltar são e “salvos” para seus lares, contando então a benção, que é materializada sempre em coisas e curas, do que um lugar de adoração.

Os templos evangélicos, ou melhor, alguns deles, motivados por seus super-astros, ou apóstolos, prometem quebra de maldição, expulsão de demônios, restauração financeira, encenando a conhecida sessão do descarrego, a entrada triunfal com o sal grosso, a bala ungida, a flor que quebra o mal olhado no canto da casa, o subir o monte com os pedidos nos ombros e outros desatinos, cridos por gente que desconhece a palavra de Deus, para que no final, esses mesmos apóstolos ou artistas, comprem seus jatos e mansões adquiridos da mentira e da promessa de uma vida boa aqui, enquanto Cristo disse que no mundo passareis por aflição. Jesus disse que aqui somos peregrinos, estamos de passagem, e o que nos aguarda é a Jerusalém celeste Fl3.20 e Hb11.14. Temos uma pátria, vivamos segundo o que agrada o Senhor que nos receberá nesta pátria. Nosso ideal é a santidade, pois nosso Deus é Santo, deve ser a verdade, pois os mentirosos não herdarão esta pátria, precisa ser a ética e a integridade, porque nosso Senhor, nunca pecou. O nosso ideal como cristãos deve ser a cruz, a abnegação, o amor por Deus, o serviço ao seu reino através de nossos dons e talentos, pois o que nos aguarda é tudo isso, sabendo que essas coisas nos foram dadas por meio da obra redentora de Cristo, o nosso espelho e aquele a quem devemos imitar 1Cor11.1. O nosso encontro está marcado, ainda que sejamos gente sem expressão nacional, gente simples para onde os holofotes não estão voltados, saibamos sempre, que os olhos do Senhor, contemplam os bons e os maus, se fiel até a morte e dar-te-ei a coroa da vida, esta é a promessa.

Tags: ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma Resposta