Tirania Homossexual e a mordaça Bíblica

No dia 10/11/09, a Senadora Fátima Cleide, PT/RO, e relatora da Comissão dos Direito Humanos do Senado, em cujas mãos foram parar o PLC que significa Projeto de Lei da Câmara, escrito por Iara Bernardi em 2001 deputada, do PT/SP. O propósito de seu texto é; a punição de toda e qualquer pessoa que discriminar quem tiver uma orientação sexual diferente, ou seja, qualquer que falar contra o homossexualismo, de acordo com esta lei, intitulada de PLC 122/06, será passível de penalidades e penalidades pesadas.

A tentativa de aprovação deste projeto vem desde 2001, e quando em 2007, a Senadora Fátima havia homologado a lei para ir à aprovação do Senado, várias manifestações contrárias, impediram com que a Senadora continuasse seu objetivo como paladino da promiscuidade, e tirasse de pauta o projeto, com o propósito de reexaminá-lo.

O esquema de Fátima Cleide é mesmo coisa de gente ardilosa e sorrateira. Sem que ninguém esperasse, por não estar nada programado para agora em relação a esse projeto, ela repentinamente conseguiu a aprovação na Comissão de Assuntos Sociais do Senado.

Portanto, de forma maliciosa e inescrupulosa, enquanto o texto deveria passar por mais duas audiências na referida Comissão, o mesmo foi empurrado goela abaixo de todos os senadores inclusive os da bancada evangélica e seus representados alguns de nós brasileiros que da mesma forma, repudiamos Bíblico e Teologicamente esta insanidade.

Chamo de insanidade, por crer, que o propósito maior disso é amordaçar os conceitos bíblicos e sua interpretação teológica fazendo uma ditadura do homossexualismo, no qual, pessoas que dizem lutar pela democratização de seus pensamentos, não sabem conviver com o pensamento dos outros. Chamo de insanidade, por ver a incapacidade racional de gente que se diz discriminada e marginalizada, querendo punir com cadeias e prisões, aqueles que pensam diferente deles, discriminando e marginalizando outros.

Chamo de insanidade, gente que defende um sistema democrático de vida, pressupostos na liberdade de expressão como bem dizem os  “missionários”, pois é assim que chamam sua luta, de “missão”, pela promoção da discriminação e construção de uma sociedade mais justa e igualitária. É loucura ou não, gente que se diz a favor de uma sociedade justa e igual, punir quem pensa diferente? Assim é que se portam os componentes da ABGLT, cuja significação das letras é: Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Travestis e Transexuais

O lamentável em tudo isso é que o próprio presidente Lula, foi quem prometeu lutar em favor dos “direitos” dessas pessoas e assim, ele mostra total descaso pelo direito adquirido em vários séculos, que é o direito de pensarmos e discordarmos uns dos outros como é inclusive politicamente falando, numa visão de democracia como a nossa.

A tentativa é impor a tirania, o despotismo do homossexualismo e tentar calar às Escrituras Sagradas, dando ao texto Sagrado um status irrelevante e ultrapassado. Irmãos da Betânia e outros que por ventura lerem esse modesto texto, a aprovação desta lei trará as seguintes conseqüências para a igreja de forma específica, mas para todos de forma geral.

Os que falarem contra o homossexualismo no púlpito de suas igrejas ou mesmo, debater, ou escrever sobre este tema, sofrerá pena de 2-5 anos de reclusão. Uma dona de casa que empregar uma babá e depois de descobrir que ela é lésbica mandá-la embora poderá ser punida de 1-5 anos de cadeia. Seremos amordaçados não só os evangélicos, mas todos que ainda de certa maneira, entendem que Deus criou homem e mulher e que a questão da sexualidade é algo definido biblicamente falando ou que creiam que isso é imoral.

Os homossexuais não podem receber nenhum tipo de discriminação, porém os heterossexuais não só podem como devem recebê-la. As Escrituras mostram claramente, que os servos de Deus devem buscar sempre ser fieis a Deus, por isso, irmãos orem e votem contra essas coisas, pois elas vão contra a palavra do nosso Deus. E também não temam nunca agirem com fidelidade ao Senhor, pois as Escrituras dizem: “Bem-Aventuados os que não andam nos conselhos dos homens ímpios”, SL1, não tenham vergonha nunca de serem fieis a Deus.

Na história o povo de Deus sempre sofreu retaliações e nunca deixou de vencer suas lutas,pois Deus sempre é quem nos socorre. Portanto, jovens não discriminem quem é homossexual mas por outro lado, nunca aceite ou concorde que isso seja normal. Adultos e pais de família, não odeiem que pensa diferente de nós, mas não aceitem nunca leis que amordaçam as Escrituras Sagradas, betanianos, eu os convoco a serem sal e luz, no meio de um povo, inclinado naturalmente ao pecado e a rebeldia contra Deus, sem perder a perspectiva do amor e da compaixão por aqueles que estão nas trevas.

Soli Deo Gloria.

Tags: , , , ,

Uma Resposta to “Tirania Homossexual e a mordaça Bíblica”

  1. Alisson Barateli Bodelon
    20/11/2011 at 14:35 #

    A paz do Senhor Jesus!
    A grande problemática dessa questão é o homossexualismo sendo defendido como ideologia, e consequentemente, tido como coisa natural, normal. Não! Ele contraria, não condiz com o projeto original de Deus estabelecido desde o princípio; foge à naturalidade e à normalidade de um relacionamento familiar! Jamais poderíamos equiparar um relacionamento hetero à um homossexual, pois família se estabelece pela procriação decretada pelo próprio Deus! “…Sede fecundos, multiplicai-vos e enchei a terra…”! Isso somente se tornou possível, porque Deus criou Adão e Eva, o que não teria sido possível se tivesse criado “Adão e Ivo”! Além do mais, ninguém nasce homossexual, antes, faz a opção pela homossexualidade! Este inclusive, é o ponto de diferença existente entre homossexualismo e homossexualidade, onde aquele que faz a opção pelo relacionamento “homo afetivo”, reconhece, por sua livre agência, que a inclinação do seu corrupto coração para esse tipo de relacionamento, foge à normalidade, caracterizando assim, transgressão à lei de Deus! Ele não deturpa a Bíblia (à semelhança de muitos outros homossexuais), apresentando outra proposta ou interpretação a textos tão claros sobre o assunto encontrados nas Escrituras, antes, ao invés de “levantar bem alto a bandeira do homossexualismo” (à semelhança do que fazem aqueles muitos outros homossexuais), assume ser quem é: um transgressor, um pecador! Cônscio de que, o que faz é pecado! Jesus disse que “veio para os doentes (pecadores de identidade assumida!), e não para os sãos”(pecadores de identidade não assumida)! Sendo assim, há esperança de salvação para homossexuais, dentre os quais, “não trocaram a verdade de Deus pela mentira”! Tenho certeza que muitos deles “precederão no reino de Deus” a muitos religiosos apegados à sua justiça própria, “tomando lugar junto a mesa com Abraão, Isaque e Jacó”, encontrando aquele devido lugar de arrependimento! Até pra assumir essa opção homossexual, é preciso ser homem, ser “macho”!
    No amor Daquele que não faz acepção de pessoas,
    Saúde!
    Somente a Deus glória!

Deixe uma Resposta